Glamour Girl 2021

A Liga Feminina de Combate ao Câncer de Novo Hamburgo, com mais de 35 anos de história e serviços prestados, está em permanente renovação. O trabalho voluntário sempre precisa de novas mãos estendidas para as causas em que atua.

Uma das portas de entrada para jovens lideranças ajudarem na Liga é o evento da Glamour.

Durante muitos anos, foi o Baile da Glamour Girl. Depois, passou a se chamar Balada da Glamour. Em 2021, será o evento da Glamour.

O fato principal é que jovens hamburguenses participam da promoção e, com isso, vão se somando ao trabalho voluntário realizada pela Liga, que atende mais de 400 pacientes de baixa renda mensalmente, entre homens e mulheres.

A atual Glamour é Manuella Poltroniere Rissi. Ela foi a indicada para comandar a ala jovem da entidade na Balada Glamour de 2019. Em razão da pandemia do novo coronavírus, o evento não foi realizado no ano passado. Manuella, então, herdou mais um ano como a Glamour da Liga.

Só que está chegando a hora de Manuella passar a faixa.

No dia 25 de setembro, às 20 horas, na Casa Open, no bairro Hamburgo Velho, será conhecida a nova Glamour. Será um evento restrito para 150 convidados, sendo que as candidatas estão engajadas na venda dos convites. A presidente da Liga, Regina Dau, acompanha com expectativa e engajamento a mobilização para esse novo momento da entidade.

As candidatas ao Glamour 2021 são:

– Ana Clara Andreoli

– Deborah Klein

– Isadora Lech

– Natália de Wallau

– Nicole Hoffmeister

Elas serão entrevistadas, em pelo menos três oportunidades, por cinco jurados, que terão a responsabilidade de indicar a nova Glamour de Novo Hamburgo e a nova liderança da Liga Jovem.

As candidatas também estão em busca de patrocinadores pare reverter em recursos que serão aplicados nos tratamentos dos pacientes da entidade. As doações da comunidade são bem-vindas, tendo em vista o alto custo com remédios e tratamentos.

QUEM SÃO AS 32 GLAMOURS DA LIGA?

1985 – Tatiana Engel Gerhardt | 1986 – Juliana Hennemann | 1987 – Alessandra Becker | 1988 – Silvana Lehn | 1989 – Cíntia Kretzer | 1990 – Viviane Plegge | 1991 – Luciana de Souza Brentano | 1992 – Fabrícia Tatim | 1993 – Cristina Pacheco | 1994 – Angélica Maldaner | 1995 – Roxane Kieling Jancenowski | 1996 – Ana Paula Pezzi | 1997 – Candice Luft Druschel | 1998 – Aline Schneider | 1999 – Ana Paula Jung | 2000 – Isabel Dilkin | 2001 – Anelise Lunkes | 2002 – Rita de Cássia Haussen | 2003 – Jéssica Benetti de Oliveira | 2004 – Natália Fagundes | 2005 – Lilian de Lima Feltraco | 2006 – Manuela Beckmann Roese | 2007 – Amanda Becker Elias | 2008 – Jéssica Sperb | 2009 – Bruna Gasperin | 2013 – Gabriele Lech | 2014 – Maria Eduarda Alles Masotti | 2015 – Luana Braga Bittencourt | 2016 – Anna Laura Bilhalva | 2017 – Maria Eduarda Grahl Trein | 2018 – Tulla Carvalho | 2019 – Manuella Poltroniere Rissi

*Texto do jornalista Martin Behrend

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.